Dúvidas Frequentes Notícias

Redes Sociais e Enem: cuidado com o que você posta!

Redes sociais e Enem são duas coisas que combinam em partes. Atualmente, fazer a prova do ENEM é essencial para quem quer entrar em uma boa faculdade. O SiSU, que oferece vagas na maior parte das universidades federais e estaduais do país, utiliza a nota do ENEM para classificar os alunos. Porém, é preciso tomar alguns cuidados para não ser desclassificado do exame por descumprir algum item do edital, como alunos que postaram fotos nas redes sociais durante as provas.

Segundo o Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, o Ministério da Educação irá usar as redes sociais para monitorar os candidatos e verificar possíveis irregularidades nas inscrições, como nos casos de pedido de isenção da taxa de inscrição. Além disso, vale lembrar que nos últimos anos, diversos candidatos foram eliminados devido ao uso indevido do celular, resultado do monitoramento que o MEC faz nas redes sociais.

As redes sociais podem se tornar grandes vilãs para quem presta faz o teste, por isso, é de extrema importância ter cuidado com o que você coloca nas redes sociais a fim de evitar alguns transtornos. Quer saber como o MEC irá utilizar as redes sociais para monitorar os candidatos? Então acompanhe conosco o post de hoje.

Verificar nas redes sociais casos de declaração de carência

O ENEM oferece isenção da taxa de inscrição para candidatos que declaram carência. Porém, existem pessoas que tentam o benefício mesmo tendo condições de pagarem a taxa.

Sendo assim, o Inep, monitora as postagens dos estudantes nas redes sociais, para verificar se eles realmente preenchem os requisitos. Afinal, as redes sociais dizem muito sobre a pessoa e sua vida, não é mesmo?

É importante ressaltar também que o Inep pode exigir a qualquer momento a comprovação de carência e que quem dá informações falsas é desclassificado. Além disso, os candidatos que declararam carência e não comparecerem ao exame podem perder o benefício no próximo ano, caso não se justifiquem.

Uso indevido de aparelhos eletrônicos durante as provas do ENEM<;h3>
O edital do exame prevê que é proibida a utilização de aparelhos eletrônicos durante a aplicação das provas e, consequente e obviamente, a utilização de redes sociais. Apesar disso, nos últimos anos, candidatos foram eliminados por fazerem o uso indevido de celular nos locais de prova.

Em 2013 e 2014, minutos após o início do exame, candidatos postaram fotos nas redes sociais dos gabaritos e dos cadernos de provas. Desta forma, para coibir esta prática, o Inep tem utilizado as redes sociais para monitorar as postagens relacionadas ao ENEM e candidatos que fazem o uso indevido de aparelhos eletrônicos durante as provas. Além disso, os próprios internautas compartilham as fotos postadas irregulamente pelos candidatos.

Para não cometer nenhuma irregularidade e correr o risco de ser desclassificado dessa prova tão importante, é aconselhável que se faça uma leitura detalhada do edital e que se cumpra as regras. Afinal, infringir alguma delas pode lhe custar uma espera maior por uma vaga na universidade.

Você conhece alguém que foi desclassificado do ENEM por causa de postagens nas redes sociais? Conte pra gente nos comentários! Quer mais dicas sobre como utilizar redes sociais? Confira esse post sobre Como agir nas redes sociais pensando na sua carreira.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um comentário