Dúvidas Frequentes Notícias

Quem não transcreveu frase no cartão resposta terá prova corrigida

O INEP vai corrigir, em caratér extraordinário, o cartão resposta de quem não transcreveu a frase da capa da prova. A obrigatoriedade é mantida no 2º dia

Quando fizemos a matéria sobre o por que das cores nas capas de provas do Enem, muitos leitores enviaram e-mails com dúvidas sobre a necessidade de colocar no cartão resposta a cor da capa da prova.

Até ano passado era necessário informar no cartão resposta, a cor da capa da sua prova para que ela fosse corrigida com o gabarito correto. Já a partir desse ano, era necessário transcrever a frase que havia na capa da sua prova para o cartão resposta – veja exemplo na foto acima.

Inicialmente, quem não havia feito a transcrição não teria sua prova corrida mas, em uma decisão extraordinária, o INEP divulgou hoje que sim, os cartões respostas que não tiveram a transcrição da frase serão corridos.

Segundo o INEP: “A decisão pela correção dos participantes que se esqueceram da transcrição é uma decisão extraordinária. Tal medida, em caráter excepcional, visa evitar qualquer tipo de prejuízo ao participante que, por esquecimento, deixou de transcrever a frase”.

Qual o motivo dessa transcrição?

A ideia principal atrás dessa transcrição é impedir que outra pessoa faça a prova no lugar de um inscrito.

A frase permitia a verificação grafológica, com o objetivo de checar se o autor da redação era realmente a pessoa inscrita. Com o dado biométrico, a Polícia Federal pode checar todas as digitais. Já a prova personalizada impede a troca de Cadernos de Questões.

Obrigatoriedade no 2º dia de prova

Mesmo afirmando que corrigirá os cartões respostas do dia 5 que não tiveram a transcrição da frase, o INEP afirma que para o 2º dia a transcrição é obrigatória, e que essa decisão extraordinária de correção não se estenderá para o 2º dia de prova.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um comentário