FIES Financiamento Estudantil Notícias

Novas regras do FIES para 2016

As novas regras do FIES vão ajudar a preencher todas as vagas com financiamento disponível em 2016. No último processo seletivo, de acordo com o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), Sólon Caldas, 40% das vagas ficaram ociosas porque não correspondiam a todos os critérios do MEC. Agora, as vagas que não forem preenchidas poderão ser redistribuídas, primeiramente aos demais cursos prioritários com a avaliação máxima no MEC. Depois, deverão seguir a ordem de maior nota no MEC e, por fim, serão direcionadas aos mais concorridos na institução, mesmo não sendo áreas prioritárias.

As novas regras do Fies, estabelecem, entre outros critérios, que 70% das vagas ofertadas irão para os cursos considerados prioritários, como os das áreas de saúde, engenharia e de formação de professores. Elas também deverão estar em cursos com maiores avaliações no MEC e em cidades com os menores Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

As instituições de ensino superior têm sido convocadas pelo MEC para discutir as alterações nas regras do programa. Uma das sugestões dadas pelas universidades particulares, e não acatada pelo MEC, foi a redução da nota exigida no Enem dos atuais 450 pontos para 400. Segundo Sólon Caldas, isso possibilitaria que mais alunos de baixa renda – o limite de renda para participar do Fies é 2,5 salários mínimos – participassem do processo seletivo e possibilitaria maior preenchimento das vagas. A pontuação de 450, no entanto, iguala a exigência do Fies à do ProUni, que oferece bolsas de estudo em instituições privadas.

Compartilhe nas redes sociais:

1 comentário

Deixe um comentário